Sustentabilidade: a escolha do cliente mo

Sustentabilidade: a escolha do cliente moderno na sua decisão de compra

A sustentabilidade é um fator que vem ganhando cada vez mais espaço no processo de decisão de compra do cliente moderno. Somente o preço e a qualidade dos produtos e serviços já não são suficientes como diferenciais competitivos para as empresas que têm buscado soluções para atrair e fidelizar seu público.

Veja, a seguir, as mudanças recentes no comportamento do consumidor e descubra qual é o impacto que investir em ações com foco na sustentabilidade pode gerar em seu negócio. Confira!

Como é a decisão de compra do cliente moderno?

De acordo com o guru de marketing, Philip Kotler, em seu livro “Marketing 3.0: as forças que estão definindo o novo marketing centrado no ser humano”, o cliente moderno não quer apenas manter relações transacionais de negócios com as empresas, nem define suas compras somente com base em critérios objetivos, como menor preço.

O Marketing 3.0 embasado nessas mudanças ocorre quando, além de vender seus produtos ou serviços, sua empresa também desenvolve ações que ajudam a tornar o mundo melhor.

Hoje, o cliente não quer ser visto apenas como um comprador, com necessidades que seu produto/serviço pode, funcionalmente, satisfazer, mas, também, como um ser humano pleno, com coração, mente e espírito.

Dessa forma, para conquistar verdadeiramente esses consumidores, a empresa deve desenvolver ações centradas nas questões humanas e socioambientais.

De acordo com uma pesquisa, 55% dos consumidores globais de 60 países dizem estar dispostos a pagar mais por produtos e serviços prestados por empresas comprometidas em gerar impacto social e ambiental positivo. Outro estudo aponta que 9 em cada 10 consumidores esperam que as empresas façam mais do que obter lucro, e operem com responsabilidade para abordar questões sociais e ambientais.

O impacto da sustentabilidade no comportamento de compra do consumidor

De acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Akatu, um percentual crescente de clientes tem passado a valorizar mais as práticas sustentáveis, integrando pequenas ações sustentáveis em suas rotinas (como a separação do lixo doméstico e a economia de energia elétrica, por exemplo) e sendo mais exigente com as empresas em relação ao posicionamento e compromisso com questões socioambientais.

Com isso, as práticas de Responsabilidade Social Empresarial (RSE) passam a ter um enfoque maior na vida do cliente moderno. O compromisso da empresa com a redução do consumo de energia, por exemplo, foi considerado um fator importante por 90% dos consumidores entrevistados, considerando duas opções de produto com o mesmo preço e qualidade.

Em alguns casos, a questão da sustentabilidade pode, inclusive, influenciar no comportamento de consumo e nas preferências do cliente moderno em relação aos fatores preço e qualidade – segundo pesquisas realizadas pela empresa eCGlobal Solutions, 48% dos entrevistados pagariam 5% a mais por um produto ecológico. Outra pesquisa aponta que o brasileiro ocupa o terceiro lugar no ranking de povos com maior consciência e preocupação com a sustentabilidade.

Considerando que essa demanda por produtos e serviços de empresas que investem e promovem soluções sustentáveis em seus processos pode ser explorada, marcas como Natura e Pão de Açúcar desenvolvem e otimizam suas práticas sustentáveis, implementando-as não somente em seu endomarketing (marketing interno), como também em suas ações de marketing institucional voltadas ao público externo.

Além de trazer benefícios e maior agilidade e economia para os processos de fabricação e logística da empresa (como podemos ver no lançamento da linha Sou da Natura, por exemplo), investir em soluções sustentáveis gera benefícios para a imagem da companhia, fazendo com que a percepção do consumidor pela marca seja positiva e gere mais oportunidades de engajamento com seu público.

Sustentabilidade aplicada no setor hoteleiro

Em relação a empresas do ramo hoteleiro, por exemplo, a rede Accor criou um programa chamado Planet 21, composto por pilares e compromissos socioambientais da marca. Dessa forma, por exemplo, se um hóspede opta por reutilizar o enxoval de seu quarto, há redução no consumo de água e energia, contribuindo para o programa.

Hoje, é possível identificar quais são os processos da empresa que se beneficiariam de soluções sustentáveis e como elas afetariam diretamente o serviço oferecido para seus clientes.

A Fasterm oferece uma linha de soluções de aquecimento de água para o banho que, além de garantir até 75% de economia em energia elétrica para a rede, converte-se em uma melhoria de serviço para os hóspedes do hotel.

Isso reflete na imagem da marca perante o público, que passa a ser vista como uma empresa que investe em soluções sustentáveis. A exigência do consumidor moderno por uma empresa sustentável demanda que uma conduta real seja tomada e divulgada pela organização, pois, dessa forma, a informação e as experiências de satisfação do consumidor são divulgadas de maneira muito mais rápida.

Portanto, especificamente para a rede hoteleira, é preciso estar preparado para assumir a postura de uma empresa sustentável não apenas como estratégia de marketing e imagem, mas, sim como parte integrante da filosofia empresarial e objetivos do negócio.

Você já conhecia essas mudanças no processo de decisão de compra do cliente moderno? Como a sustentabilidade é trabalhada no seu hotel? Compartilhe suas dúvidas e experiências nos comentários! 

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *